Barra - Centro Empresarial Le Monde
 
Botafogo (Humaitá)
 
EPAO - 3523 - Responsável Técnico -  Dr. WILLIAM FROSSARD CRO 11623.

Saúde / Minha Saúde

10 alimentos que causam mau hálito

  • Partículas de comida na boca ou problemas nos dentes e gengiva podem ser fontes de bactérias que provocam halitose

   Segundo especialista, a língua é, quase sempre, a maior responsável pelo mau hálito

Thinkstock/Getty Images

Segundo especialista, a língua é, quase sempre, a maior responsável pelo mau hálito

Mau hálito, cientificamente chamado de halitose, é um mal que atinge muitas pessoas que, não raro, nem o conhecem muito bem. Mas especialistas são categóricos: é preciso investigar a origem do problema para saber como evitá-lo ou tratá-lo.

 

   “O mau hálito é causado pela presença de bactérias que se alimentam de moléculas de proteína, o que libera enxofre”, afirma Marcos Moura, presidente da Associação Brasileira de Halitose. O enxofre é um elemento volátil responsável pelo mau cheiro da boca.

 

   Dentre as partes da boca, o dentista Willian Frossard afirma que a língua, quase sempre, é a maior responsável pelo mau hálito: “ela possui muitas vilosidades, onde restos de alimentos e células que se desprendem da mucosa ficam depositadas e se deterioram”, diz. Por isso, é necessário realizar a higienização completa da boca diariamente.

 

   “É recomendável que se escove os dentes, passe o fio dental e faça a raspagem da língua”, ressalta Marcos.

 

Cáries e inflamações

 

   Além de partículas de comida, Willian informa que problemas periodontais, como cáries e inflamações na gengiva, também favorecem a atuação de bactérias e o consequente mau hálito.

 

Leia também: O que é uma boa higiene bucal?

 

   Fazer dieta balanceada e beber muita agua, além das visitas regulares ao dentista são as principais recomendações de Marcos para evitar o mau hálito. Ele ainda revela que existem alguns truques contra a halitose, como a ingestão de frutas cítricas. Elas promovem maior salivação, o que ajuda a limpar a boca.

 

   Sobre a goma de mascar, quase sempre utilizada contra o mau hálito, Willian esclarece: “Goma de mascar também estimula a salivação e o aroma disfarça o cheiro ruim, mas o produto não deve conter açúcar, porque ele é alimento para as bactérias”. O profissional ainda acrescenta: “A goma de mascar mascara o cheiro, mas não resolve o problema”.